Saúde Viver Bem

Vacinas: Inimigas Ou Aliadas?

Vacinas: Inimigas Ou Aliadas?
[Total: 0    Média: 0/5]

As vacinas são mecanismos elaborados cientificamente para combater doenças. Elas fazem parte de diversos debates e medos da população, que não sabe ao certo se adere à elas, ou não.

Neste artigo, irei esclarecer sobre as vantagens e desvantagens da vacina, como funcionam, para que servem, e os perigos de usá-las ou não.

vacinas

Como funcionam as vacinas?

Quando um organismo estranho entra em contato com o nosso corpo, nós aprendemos a se defender, de modo a eliminar este agente que poderá causar uma doença.

Quando somos expostos diretamente a uma doença, geralmente iremos adquiri-la, até que nosso corpo aprenda a lutar contra ela.

Quando tomamos uma vacina, nosso corpo já desenvolve este mecanismo de defesa, e se entrar em contato com a doença, não a desenvolve. Isso ocorre porque as células de “combate”(os anticorpos) já estarão prontas!

Mas do que são formadas as vacinas?

Bom, as vacinas nada mais são que “mini doenças”, injetadas no organismo para treiná-lo a um mecanismo de defesa. Elas podem ser:

  • Atenuadas: o micro-organismo causador da doença é injetado vivo, porém atenuado, para treinar o corpo contra a doença. Este tipo de vacina deve ser evitado em gestantes e mulheres que estão amamentando, para que não ocorra a contaminação do feto/bebê.
  • Inativadas: são aquelas em que o causador da doença é injetado morto, e mesmo assim estimula o sistema imunológico.

Assim, injetando pequenas quantidades dos causadores de doença, nosso corpo aprende a se defender, sem necessariamente desenvolver a doença!

Quais as vantagens de vacinar-se?

A principal vantagem de vacinar-se, sem dúvidas é a de evitar a doença em questão.

Além disso, elas são capazes de fortalecer ainda mais o seu sistema imunológico, contra as demais doenças e micro-organismos à que está exposto.

Quais os perigos de vacinar-se?

Diferente do que preconizam diversas pessoas, NÃO existe perigo algum em vacinar-se! O que pode acontecer, é o aparecimento de efeitos adversos após a aplicação da vacina, como:

  • Febre;
  • Dores no corpo;
  • Formação de ferida no local da vacina;
  • Alergias;
  • Dores de cabeça;

E outros sintomas leves.

Quais os perigos de não se vacinar?

Quando se opta por não tomar determinada vacina, sujeita-se ao aparecimento daquela doença.

Além disso, o perigo está em recuperar diversas doenças que já foram extintas ou tiveram seu número de casos drasticamente reduzidos após o surgimento das vacinas, como a Paralisia Infantil, por exemplo.

Existe diferença entre as vacinas da rede pública e da rede privada?

Diversas pessoas optam pelas vacinas da rede privada, e você deve estar se perguntando o porquê disso.

Na verdade, não existe diferença na composição das vacinas, apenas nos tipos de doença que elas previnem.

O SUS muitas vezes não consegue disponibilizar a vacina da gripe, por exemplo, para todas as faixas etárias. Sendo assim, pessoas que possuem condição financeira, acabam por procurar o serviço privado de vacinação.

Ainda com o exemplo da gripe, sabe-se que ela pode ser causada por diversos vírus. A vacina disponível na rede pública, abriga um menor número de tipos de vírus que a disponibilizada na rede privada, sendo esta, mais abrangente.

No caso de maiores dúvidas sobre vacinas, busque sempre o seu médico!